Rodízio de carros em SP: como funciona?

Tem dúvidas sobre como funciona o rodízio de carros em SP? Quer saber quais são os horários e as placas que podem circular? Então, leia este texto e tire todas as suas dúvidas!

Se você chegou neste texto, provavelmente é uma pessoa que gosta de evitar problemas…

Então, vou te contar uma coisa: você sabia que a consulta completa da Olho no Carro é a forma mais fácil de evitar problemas com a compra de carros usados e seminovos?

Por meio dela você pode validar os dados cadastrais do veículo, saber se ele é de leilão, se já foi batido, roubado, se tem restrições e muito mais. Tudo isso só pelo número da placa!

Para que serve o rodízio de carros em SP?

O Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores, mais conhecido como rodízio municipal, é uma iniciativa do Governo do estado de São Paulo. 

O principal objetivo do rodízio de carros é reduzir a circulação de veículos, melhorando as condições de trânsito e diminuindo a poluição atmosférica.

Esse Programa do Governo de São Paulo, é válido apenas para a região do Centro Expandido da cidade, que é delimitado pelas vias do Minianel viário:

Leia também: como consultar um veículo pela placa? Aprenda a fazer a consulta completa de veículos!

Como funciona esse rodízio?

O rodízio municipal funciona de segunda à sexta-feira e a restrição de circulação dos veículos é feita de acordo com o final da placa.

Ou seja, a cada dia da semana, um grupo de veículos é impedido de circular no centro expandido de São Paulo, durante horários específicos, que normalmente são os horários de pico.

Na maioria das vezes, o rodízio de carros acontece somente em dias úteis. Sendo assim, não há a aplicação dessas regras aos finais de semana e feriados. A não ser que o Governo julgue que é necessário manter o rodízio municipal, mediante aviso prévio à população.

Qual é o horário do rodízio de carros em SP?

A principal dúvida de quem precisa circular de carro em São Paulo é: a que horas começa e termina o rodízio municipal? Veja abaixo:

No período da manhã, o rodízio começa às 7h e termina às 10h. Já na parte da tarde, o rodízio começa às 17h e é encerrado às 20h.

Quais são as placas que não podem circular a cada dia?

A distribuição das placas no rodízio de São Paulo é feita da seguinte forma:

O rodízio vale para placas de outros municípios ou estados?

Sim! Todos os veículos que estiverem circulando no Centro Expandido de São Paulo devem cumprir as regras previstas no Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores. 

É aplicada alguma multa a quem não respeita o horário do rodízio?

Caso você desrespeite o rodízio municipal, estará cometendo uma infração média e terá que pagar uma multa de cerca de R$ 130,16 além de levar 4 pontos na carteira.

É possível pedir a isenção desse rodízio de carros em SP?

Sim! Para saber informações sobre a isenção do rodízio, basta acessar o site da Prefeitura de São Paulo e clicar em “Isenção de Rodízio” no menu localizado no lado esquerdo da tela:

Quem tem direito a essa isenção?

Tem direito à isenção do rodízio de São Paulo, mediante cadastro prévio, as seguintes pessoas e categorias de veículos:

1 – Transporte coletivo e de lotação

2 – Motocicletas e similares

3 – Táxis

4 – Transporte escolar

5 – Guinchos

6 – Ambulâncias, policiamento, corpo de bombeiros

7 – Defesa Civil

8 – Forças Armadas

9 – Fiscalização e operação de transporte de passageiros

10 – Serviço funerário

11 – Penitenciários

12 – Serviço dos Conselhos Tutelares

13 – Do Tribunal Regional Eleitoral e requisitados

14 – Transporte de materiais necessários a campanhas públicas, inclusive saúde, defesa civil e caráter social

15 – A serviço de “manutenção” ou “segurança” ferroviária e metroviária

16 – De atendimento a emergências químicas e ambientais

17 – Obras e serviços essenciais de redes de água/esgoto, energia elétrica, telecomunicações, gás canalizado

18 – Serviço de fiscalização, sinalização e apoio ao trânsito

19 – Coleta de lixo

20 – Obras, manutenção e conservação de vias – Zeladoria

21 – Correios

22 – Transporte de combustível aeronáutico e ferroviário

23 – Insumos ligados às atividades hospitalares

24 – Transporte de sangue e derivados, de órgãos para transplante e de material para análises clínicas

25 – Transporte de valores

26 – Escolta armada

27 – Veículos de reportagem, em cobertura jornalística

28 – Transporte de produtos alimentares perecíveis

29 – Veículos Urbanos de Carga

30 – Unidades móveis adaptadas para serviços médicos

31 – De manutenção e conservação de elevadores

32 – Pessoas com deficiência com comprometimento de mobilidade ou tratamento debilitante de doença grave

33 – Os movidos por energia de propulsão elétrica, a hidrogênio ou híbridos

34 – Médicos

35 – Corpo diplomático, corpo consular, organismos internacionais

Enfim, essas são as principais informações sobre o rodízio de carros em SP. Ficou com alguma dúvida? Escreva nos comentários do blog!

  • Compartilhe essa informação para um amigo, ela pode ser útil para ele também:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar