Blog

Como saber se um veículo tem sinistro? Consulte pela placa!

carros sinistrados, como saber se o carro tem sinistro

Os veículos sinistrados normalmente são encontrados por valores cerca de 30% menores do que os convencionais. Isso porque, podem ter danos estruturais que demandam muito investimento para serem reparados ou por terem mais dificuldade de serem aceitos em seguros. Veja aqui o que é sinistro, como esse processo funciona e como saber se um veículo tem sinistro, apenas pela placa.

Veja neste texto:

  • Como saber se um veículo tem sinistro pela placa
  • Como saber se um veículo tem sinistro grátis
  • O que é sinistro de veículo
  • Quando se considera que um veículo deu perda total
  • Como funciona o processo de sinistro
  • Como comunicar um sinistro
  • Quanto tempo a seguradora tem para pagar o sinistro
  • Quantas vezes o seguro pode ser acionado
  • Quando não se deve acionar o seguro

Tenha cuidado ao comprar carros usados!

Muitos dos carros usados e seminovos que são comercializados no Brasil têm algum tipo de situação em seu histórico que diminuem o seu valor de mercado ou causam problemas na hora da transferência do veículo para o seu nome. Para comprar carros ou motos usadas com mais segurança e evitar problemas, faça a consulta completa do histórico do veículo. Assim você garante que está fazendo o melhor negócio e não cai em golpes.

Como saber se um veículo tem sinistro pela placa?

A única forma de saber se um veículo tem sinistro pela placa, é fazendo as consultas da Olho no Carro

Para ter acesso à informação de indício de sinistro, você pode escolher entre três tipos de consultas:

Consulta Veículo Completa

É a mais indicada, pois é a que tem o melhor custo/benefício. Com essa consulta você pode ter acesso a todo o histórico do veículo de uma só vez e se certificar da situação do carro ou da moto, antes de comprar. Além da informação de sinistro, você vai ter acesso às informações de:

  • Leilão
  • Aceitação em seguros
  • Risco de aceitação em comercialização
  • Restrições e impedimentos
  • Recall
  • Precificador
  • Dados cadastrais nacionais
  • Dados cadastrais estadual
  • Histórico de roubo e furto
  • Histórico de quilometragem
  • Decodificador de chassi
consulte a situação completa do veículo,apenas pela placa

Consulta Veículo Básica

Por meio dessa consulta, além de ter como saber se o veículo tem sinistro, você poderá ter acesso às informações de:

  • Leilão
  • Aceitação em seguros
  • Risco de aceitação em comercialização
  • Restrições e impedimentos
  • Dados cadastrais nacionais
  • Dados cadastrais estadual
faça a consulta básica do histórico do veículo

Consulta de leilão

Essa é uma consulta mais simples e específica. Por meio dela, além da informação de sinistro, você vai poder saber sobre:

  • Leilão
  • Aceitação em seguros
saiba se um veículo tem sinistro pela placa

Como saber se um veículo tem sinistro grátis?

Para saber se um veículo tem sinistro de forma gratuita, existem duas opções:

Documento do veículo – Basta olhar o campo de observações. Nesse campo, você deve procurar pela sigla CSV e ver se há uma sequência de números. Caso haja, você deve entrar em contato com o Detran para obter maiores informações.

Site do Detran – Alguns sites do Detran disponibilizam este tipo de consulta. Mas, como esses sites não seguem um padrão, não é possível afirmar qual é a forma de consultar e nem quais são as informações solicitadas para realizar essas consultas.

O que é o sinistro de veículo?

O sinistro de um veículo acontece quando ele sofre algum dano estrutural. Esse dano pode ter sido causado por acidente, incêndio ou enchente. Em alguns casos também pode ter relação com ou roubo ou furto do veículo.

Os sinistros podem leves, provocando danos estruturais que podem ser facilmente reparados, ou graves, que são os casos em que os veículos dão perda total.

No primeiro caso, a seguradora faz o reparo do veículo e o devolve para o proprietário. Já no segundo caso, o proprietário é indenizado com o valor definido na apólice do seguro e o veículo é disponibilizado para leilão.

Saiba mais sobre os veículos de leilão neste outro texto do nosso blog: como saber se um veículo foi de leilão grátis

Quando se considera que um veículo deu perda total?

Para que seja considerada a perda total de um veículo, os danos estruturais devem ser superiores a 75% do valor do automóvel. Nesses casos a seguradora não realiza a recuperação do veículo. Como dito anteriormente, é paga a indenização e o carro ou a moto são disponibilizados para leilão.

Como funciona o processo de sinistro?

Primeiramente, quando um carro é sinistrado, o sinistro deve ser comunicado à seguradora. Esse aviso deve ser feito pela corretora de seguros. Após isso, a seguradora vai realizar uma vistoria para verificar a gravidade dos danos e decidir se esses danos estão cobertos pelo que foi definido na apólice.

Como comunicar um sinistro?

Para comunicar um sinistro você deve entrar em contato com a sua corretora de seguros. Você deve detalhar como aconteceu o acidente e quais são os danos estruturais no veículo, que você pode perceber. É importante que você não minta e seja o mais minucioso possível com relação aos detalhes do acidente. Após isso, você deve fazer um boletim de ocorrência.

Caso tenha acontecido o roubo ou furto do veículo, deve-se notificar primeiramente a polícia e registrar um boletim de ocorrência. Logo após, é necessário entrar em contato com a seguradora.

Quanto tempo a seguradora tem para pagar o sinistro?

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), a seguradora deve realizar o pagamento em até 30 dias. Esse período começa a ser contado a partir da data de entrega da documentação.

Mas, vale lembrar que, nem sempre a seguradora será obrigada a indenizar o veículo em caso de sinistro. O pagamento irá depender do acordo firmado na apólice e da vistoria realizada no veículo.

Quantas vezes o seguro pode ser acionado?

O seguro pode ser acionado quantas vezes forem necessárias. Porém, deve-se ficar atento aos termos presentes na apólice do seguro, para evitar problemas posteriores.

Quando não se deve acionar o seguro?

Não é necessário acionar o seguro quando o acidente for causado por terceiros. 

Ou seja, suponha que o seu veículo esteja estacionado e um outro motorista bate nele. Nesse caso, quem deve acionar o seguro é o causador do acidente.

Precisa de mais informações sobre sinistro? Escreva nos comentários.

  • Compartilhe essa informação para um amigo, ela pode ser útil para ele também:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar