Blog

Conheça os 5 golpes comuns na compra de veículos usados e aprenda a puxar o histórico veicular

golpes na compra de veiculo

Como em qualquer compra, a aquisição de um carro exige cuidados especiais. Quando se trata de um usado, as precauções devem ser ainda maiores, pois os riscos também são. Para garantir um negócio seguro, conheça os golpes mais comuns na compra de veículos usados e saiba como evitá-los por meio da consulta do histórico veicular.

Consulte agora o histórico completo de um veículo, pela placa ou chassi!

5 golpes mais comuns na compra de veículos usados:

Além de conhecer os golpes mais recorrentes, você também vai aprender a consultar o veículo pela placa, para puxar todo o histórico veicular.

1 – Carro com colisões (sinistrado)

Muitos proprietários escondem os amassados passando “massa” por cima do local e cobrindo com a pintura. Com isso, a parte pintada pode ficar mais opaca, ou seja, mais áspera e diferente de uma pintura mais brilhante e lisa, como a original. 

Sendo assim, para identificar a ocorrência de acidentes, faça uma vistoria na pintura com o carro seco e limpo. Fique atento aos detalhes para tentar encontrar riscos, pequenos amassados na lataria, irregularidades no alinhamento de portas, capôs e porta-malas e nos tons da pintura.

Porém, é importante lembrar que nem sempre é possível identificar um carro sinistrado tão facilmente, por esse motivo é importante consultar o veículo, antes de comprar.

2 – Troca de peças

Quando existe a necessidade de trocar alguma peça (por colisão ou desgaste), muitos donos optam por peças que não são as originais. Por isso, você deve buscar um especialista confiável para fazer a avaliação do veículo. Assim, caso as peças não sejam originais, ele poderá te dizer.

3 – Veículo roubado

No momento da venda de um veículo, é comum que o proprietário não diga ou mesmo não saiba que o carro já foi roubado ou furtado. Então,  caso veículo seja apreendido, ele será devolvido ao devido proprietário e o comprador terá que arcar com o prejuízo e a dor de cabeça de ser chamado para depor como portador de um veículo roubado.

Por isso, exija todos os documentos do carro e certifique-se de que são originais. Procure em algumas peças a data de fabricação e cheque se os dois furos do lacre na placa estão alinhados e sem rebarbas ou marcas de lixa. Na dúvida, o mais recomendado é sempre consultar o veículo, puxando o seu histórico veicular.

4 – Quilometragem adulterada

Para não cair nesse golpe, fique atento nos pedais, bancos, volante e câmbio. Caso eles estejam muito gastos é um sinal de que o carro é muito rodado e se a quilometragem não indicar isso, pode ser um indício de que houve adulteração. Além disso, um revestimento muito novo também pode ser feito a fim de mascarar desgastes.

5 – Preço muito abaixo da Tabela FIPE

A dica fundamental é desconfiar de veículos com preços muito baixos e de vendedores com comportamentos estranhos, que exigem o depósito de sinal. Lembre-se: não há milagre, carro com preço muito abaixo do mercado ou tem problema ou pode ser golpe. Por isso, desconfie sempre e nunca se esqueça de consultar o veículo.

Veja como evitar cair nesses golpes com a consulta do histórico veicular:

Antes de fechar o negócio, não se esqueça de consultar o veículo. Falamos várias vezes sobre a importância de saber a procedência do veículo antes de comprar, porque essa é a melhor forma de evitar problemas com a sua compra. Então, faça uma consulta veicular para saber o histórico do veículo e negociar com mais segurança. 

Na Olho no Carro, apenas com a placa ou chassi, você consegue saber se o veículo sofreu sinistro, foi roubado ou furtado, entre outras ocorrências. É possível ainda obter dados sobre quilometragem, chassi remarcado, débitos e multas.

Quer fazer a nossa consulta completa? Clique aqui!

  • Compartilhe essa informação para um amigo, ela pode ser útil para ele também:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar