Blog

Desconfiou da quilometragem? Como saber se o veiculo teve o odômetro adulterado

Odômetro alterado

A Olho no Carro é uma empresa que disponibiliza consultas a informações de histórico de quilometragem, para ajudar seus clientes a identificar qualquer alteração que pode ter sido feita em um veículo que se quer comprar, além de informar sobre cuidados habituais que é preciso ter na hora de adquirir um carro usado, afim de identificar se o mesmo possui restrições, gravames, leilão entre outras.

Antes de continuar, você sabia que é possível saber o histórico de quilometragem anunciado está correto, online apenas pela placa?

Clique para ver como funciona:

saber quilometragem esta correta

Um das maiores preocupações na hora de se adquirir um carro usado ou semi novo é a quilometragem. Como saber se o hodômetro foi adulterado?

Hoje os carros estão cada vez mais modernos e tecnológicos o que faz com que eles consigam andar muitos quilômetros sem apresentar nenhum grande problema. O mercado aceita carros que já rodaram em média 15.000 quilômetros por ano. Porém diferente da crença popular o número no velocímetro não define se um carro está ou não em boas condições. É por conta dessa ideia errada que muito vendedores adulteram esse número – de uma forma criminosa – para que pareça que o carro andou menos do que ele realmente rodou e a venda seja mais fácil.

Para saber se o número de quilômetros rodados foi adulterado existem alguns macetes.

Como por exemplo verificar todos os carimbos de manutenções e revisões realizadas na concessionárias e comparar os números para ver se eles correspondem com a quilometragem mostrada no velocímetro. Outra coisa que pode ser feita é observar se existem marcas no painel, essas marcas precisam aparentar que o mesmo foi desmontado e são fáceis de serem percebidas, pois na maioria dos casos ficam bastante evidentes.

Analisar o desgaste do volante, do banco e dos pedais também pode ajudar a perceber se o carro foi mais utilizado do que o número da quilometragem mostra.

Carros com 50.000 km tem pouco desgaste, com 100.000 km o desgasta já é mais aparente porém ainda não é muito evidente, acima de 100.000 as partes metálicas já começam a ficar a vista e o volante mais liso.

Tanto a parte interna quando a externa demonstram se o carro foi ou não usado por mais tempo do que o velocímetro sugere. Prestar atenção nos detalhes é essencial para conseguir perceber uma adulteração.

Como decidir se a compra é boa?

Conforme falamos no artigo “Qual a quilometragem recomendada para um carro seminovo ou usado?” (clique aqui para ler), há 3 etapas indispensáveis:

  1. Observe quilometragem recomendada para um carro seminovo ou usado que explicamos neste artigo
  2. Faça uma consulta de quilometragem para verificar se bate com a que está no hodômetro. Clique aqui para o fazer a consulta e saber mais.
  3. Atenção aos sinais que detectam alteração de hodômetro

Se o carro de seu interesse passar por esta 3 etapas, no quesito quilometragem ele estará aprovado!

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Olho no CarroAndré Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
André
Visitante
André

Olhar semana/ano de fabricação dos pneus ajuda muito, todos vem com essa informação na lateral, se caso for comprar um carro que no anúncio informa estar com 30.000 km o carro dever possuir pelo menos quatro pneus de fábrica. Uma vez fui ver um anúncio de um celta 2012 com 20.000 km e chegando lá observei que os quatro pneus eram do ano de 2013. E preciso ficar atento.

Fechar