Blog

Motor retificado: o que é? Vale a pena comprar um carro assim?

Descobriu que um veículo tem um motor retificado e quer tirar suas dúvidas sobre esse assunto? Então, veja aqui tudo sobre a retífica de motor e se vale a pena comprar um carro assim.

Neste texto você vai saber:

  • O que é um motor retificado
  • Quando é necessário fazer a retífica do motor
  • Os sinais de que um motor precisa ser retificado
  • Como saber se um motor foi retificado
  • Qual é o tempo de garantia de um motor retificado
  • Qual óleo usar após a retífica do motor
  • Se vale a pena comprar um carro com motor retificado
  • Cuidados que se deve ter para “amaciar” um motor retificado

Antes de comprar um veículo usado, consulte a procedência, pela placa!

Saiba se o carro ou a moto tem sinistro, histórico de roubo e furto, motor alterado, adulteração de quilometragem, passagem por leilão e muito mais! 

O que é um motor retificado?

Em resumo, a retífica do motor é um processo de análise e reparos no motor do veículo, no qual é feita a troca de peças desgastadas.

As peças do motor que podem ser retificadas são: bloco do motor, pistões, cabeçote, bielas, comando de válvulas e virabrequim. 

Quando é necessário fazer a retífica do motor?

Normalmente, é necessário realizar a retífica do motor a cada 200 mil Km. Isso ocorre porque a utilização do motor, devido à alta temperatura e o atrito das peças, causa naturalmente um desgaste, até o ponto em que não há outra alternativa a não ser fazer a retífica.

Mas, há algumas condições que aceleram esse processo e fazem com que o motor tenha que ser retificado com antecedência: motor superaquecido, quebra da correia dentada (em alguns motores) e falta de óleo lubrificante. Além disso, alguns comportamentos dos motoristas também contribuem para o desgaste acelerado do motor, como: completar ao invés de trocar o óleo do motor, “descansar” o pé esquerdo sobre o pedal da embreagem, sair com o motor ainda frio e não realizar corretamente as manutenções preventivas.

Sinais de que um motor precisa ser retificado

Quando há um desgaste excessivo no motor, podem ser percebidos alguns sinais:

  • Aumento no consumo de óleo lubrificante
  • Excesso de fumaça no escapamento
  • Perda de potência
  • Aumento no consumo de combustível
  • Superaquecimento do motor
  • Barulhos e/ou ruídos

Como saber se um motor foi retificado?

Por se tratar de um procedimento interno, nem sempre é possível saber se um motor foi retificado apenas por uma vistoria. Mas, é possível analisar alguns sinais, que podem sugerir que houve a retífica do motor de um veículo. Veja abaixo:

  • Propulsor e cabeçote muito limpos
  • Falha ou trancos nas mudanças de rotação
  • Ruídos e/ou barulhos
  • Fumaça branca saindo do escapamento, enquanto o motor está frio

Vale lembrar que, os veículos que tem a quilometragem acima de 150 mil, provavelmente já passaram por algum tipo de conserto no motor. Por isso, ao comprar veículos nessas condições, o ideal é solicitar ao vendedor os recibos da retífica, para saber qual foi o tipo de conserto realizado.

Qual é o tempo de garantia de um motor retificado?

Por ser considerado um bem durável, o prazo de garantia de um motor retificado é de 90 dias, contados a partir da data em que foi realizado o serviço.

Qual óleo usar após a retífica do motor?

O ideal é que você sempre opte pela utilização dos óleos recomendados pela fabricante do seu veículo. Dessa forma, você não prejudica o funcionamento e a durabilidade do motor. Mas, caso a retífica tenha acontecido há pouco tempo, é melhor usar um óleo com baixa viscosidade, como o 15W40, por exemplo.

Vale a pena comprar um carro com motor retificado?

A resposta para essa pergunta é: depende!

Isso porque, a retífica do motor pode ser um processo simples, com alguns reparos pontuais, ou um conserto em que foram trocadas várias peças, formando, basicamente, um novo motor.

Sendo assim, para saber se vale a pena comprar um veículo com motor retificado, é necessário que você procure saber qual foi o tipo de conserto realizado neste veículo e quando ele foi feito.

É importante lembrar que, os motores retificados, precisam de cuidados especiais nos primeiros 1 mil Km. Tanto na forma de condução do motorista, quanto nas manutenções.

Cuidados que se deve ter para “amaciar” um motor retificado:

  • Aceleração gradual ao sair com o veículo
  • Engate de marchas na rotação correta
  • Evitar forçar o motor com aceleração muito forte ou giro muito alto
  • Não deixar o óleo abaixo do nível mínimo
  • Não deixar faltar o líquido de arrefecimento
  • Realizar a troca do óleo após os 500 ou 1 mil Km rodados

Revisões que são necessárias após a retífica do motor:

  • Vistorias para identificar vazamentos de óleo ou do líquido de arrefecimento
  • Limpeza do filtro
  • Regulagem das válvulas
  • Conferência da tensão das correias e dos tensores
  • Conferência do sistema eletrônico

Enfim, tem mais alguma dúvida sobre esse assunto? Quer deixar alguma sugestão? Escreva aí nos comentários.

  • Compartilhe essa informação para um amigo, ela pode ser útil para ele também:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar