Blog

Saiba os riscos de não fazer uma consulta veicular

consulta veicular conheça os riscos

Comprar um veículo usado sem fazer um consulta veicular antes pode trazer vários riscos, como a possibilidade de cair em fraudes e prejuízos financeiros. Uma consulta veicular completa costuma custar menos de 0,1% do valor de um carro popular, mas uma compra mal sucedida por trazer prejuízos muito maiores.

Sinistro

Alguns acidentes podem danificar o veículo, causar problemas mecânicos e estruturais, ao ponto de desvalorizá-lo. Há casos que o carro fica totalmente remendado e com problemas que são impossíveis de serem arrumados na questão de alinhamento e balanceamento, sem contar as infiltrações e falhas na parte mecânica.

Mas vale ressaltar que o fato de carro ser sinistrado, não necessariamente, é um problema. Às vezes, o conserto é tão bem feito que o resultado final fica imperceptível. De qualquer forma essa ocorrência precisa ser informada e ser considerada no momento da aquisição.

Leilão

Um comprador mal informado pode, por exemplo, comprar um veículo que tenha passado por um leilão. Comprar um veículo nessas condições pode custar menos, mas não é um bom negócio por não saber ao certo a sua procedência. Além disso, carros leiloados tem um valor menor na revenda e algumas seguradoras cobram muito mais caro para proteger esses veículos.

Carros com restrições judiciais, débitos e multas

A falta de uma consulta veicular pode fazer com que o comprador adquira um veículo com restrições judiciais e outros impedimentos. Pode ser uma dívida do proprietário antigo ou uma disputa trabalhista e o carro dado como garantia. Enquanto o processo não é finalizado, o usado fica sob uso restrito e pode ser recolhido por um oficial de justiça a qualquer momento. A consulta veicular também informa sobre débitos e multas, assim o consumidor não terá que arcar com dívidas inesperadas.

Quilometragem

A consulta veicular também serve para informar sobre uma possível adulteração do odômetro (equipamento destinado a medir a distância percorrida por um veículo), com base nos dados de registros de quilometragem encontrados.

Veículo roubado ou furtado

Caso adquira um carro roubado ou furtado mesmo sem saber, o comprador terá que provar que não é o responsável pelo roubo, além de não conseguir transferir o veículo para seu nome. E mesmo que consiga fazer essa transferência, será muito difícil passar despercebido em uma vistoria no Detran ou em blitz policiais.

Se o carro for apreendido será devolvido ao devido proprietário. E o comprador terá que arcar com o prejuízo e a dor de cabeça de ser chamado para depor como portador de um veículo roubado.

Consulta veicular

A Olho no Carro possui a base de dados mais completa do mercado para que que o comprador não possua nenhuma dor de cabeça depois de fechar o negócio. Fornecendo apenas os dados da placa ou chassi é possível saber se o veículo teve passagens por leilões, sinistros, roubos e furtos, débitos e multas e outras informações fundamentais para uma compra segura.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar

Carrinho ({{getQtdItemsCart()}})

{{i.title}}

R$ {{(i.price * i.amount) | number : 2}}
- +

{{i.title}}

R$ {{(i.price * i.amount) | number : 2}}
- +
Total a pagar: R$ {{getTotal() | number : 2}} Ir para o pagamento