Blog

Seguro de carro usado e novo: qual a diferença?

Como funciona seguro de carro

O seguro funciona como uma garantia do automóvel e assegura que o proprietário do carro não terá prejuízos financeiros em casos de sinistro, roubo, panes mecânicos, entre outros imprevistos que podem ocorrer. Por isso, a contratação do seguro deve estar entre as prioridades de quem está planejando comprar um veículo, seja ele novo, seminovo ou usado.

Não é possível afirmar que o valor do seguro do usado é mais caro do que o do veículo novo ou vice versa, já que existem diversos fatores que influenciam no valor final do seguro, sendo necessário analisar cada caso individualmente. Sendo assim, o custo do carro costuma ser a variável mais relevante na definição do preço do seguro. Isso ocorre pois, em caso de roubo, a seguradora deve reembolsar o valor integral de mercado do veículo ao cliente. Ou seja, quanto mais caro for o carro, mais caro será o seu seguro.

A maior diferença entre o preço dos seguros de veículos novos e usados é exatamente essa: o seu valor de mercado.

Mas isso não significa que um carro usado, por seu mais barato, terá o seu valor de seguro mais baixo: o uso e conservação do veículo, o preço e disponibilidade das suas peças para reposição, eventuais sinistros, entre outros fatores são considerados na hora da seguradora estabelecer o valor do seguro.

Seguro de carro usado versus seguro de carro zero km.

Para os carros populares usados, que sofreram poucas variações dos seus modelos mais antigos para os atuais e por isso possuem a manutenção mais barata, a tendência é que seu seguro saia por um preço mais em conta. Por isso, se você não pretende gastar muito com o serviço, o ideal é optar por esse tipo de automóvel.

Já um carro zero apresenta menos chances de oferecer problemas mecânicos e, caso aconteça, as peças são mais fáceis de comprar pois estão sendo produzidos em larga escala. Entretanto, essa regra não se aplica para os importados, por exemplo, já que suas peças não são encontradas com facilidade no mercado nacional e ainda apresentam valores altos. Nesse caso, o valor do seguro sobe conforme a disponibilidade e preço dessas peças.

Veja também: Usado, seminovo ou 0km. Qual a melhor opção?

Como já dito anteriormente, não existe uma tabela de seguro de carros fixa, já que o preço é calculado com base em diferentes variáveis. Saiba quais são os principais fatores que interferem no valor do seguro:

Sexo e faixa etária:

Homens e pessoas jovens de até 25 anos costumam pagar mais caro pelo seguro. Já as mulheres e idosos (acima de 60 anos) costumam pagar um preço um pouco mais baixo.

Região de circulação:

Se há um alto índice de acidentes e roubos por onde o veículo transita com frequência, maior será o valor do seguro.

Utilização do veículo:

Uso no dia a dia, local em que o carro fica estacionado e se o carro é de uso pessoal ou para trabalho são fatores que interferem no valor do seguro.

Preço do carro:

Quanto mais caro o veículo, maior o valor de seu seguro.

Custo de reposição das peças:

Quanto maior for o custo da reposição de peças, maior será o custo do seguro.

Índice de roubos:

Se o modelo do seu veículo possuir um alto índice de roubos, maior será o valor do seu seguro.

Quilometragem rodada e o tempo de uso do veículo:

Quanto maior a quilometragem rodada e o tempo de uso do veículo, maior serão as chances dele apresentar problemas mecânicos e, consequentemente, maior será o valor de seu seguro.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar

Carrinho ({{getQtdItemsCart()}})

{{i.title}}

R$ {{(i.price * i.amount) | number : 2}}
- +

{{i.title}}

R$ {{(i.price * i.amount) | number : 2}}
- +
Total a pagar: R$ {{getTotal() | number : 2}} Ir para o pagamento