Blog

Seu veículo foi recusado pela seguradora? Entenda o porquê

o que a seguradora analisa para aceitar meu veiculo

A seguradora recusar veículo é uma coisa que não passa pela cabeça de muitas pessoas, mas acontece!

Adquirir um automóvel é um sonho para muitos brasileiros, não importa se é por comodidade ou necessidade. Seja ele novo ou usado, alguns gastos após a compra são necessários, tais como revisões, manutenções preventivas, impostos, combustível e seguro veicular. Entretanto, poucos reconhecem que o seguro é algo extremamente importante, já que é através dele que o proprietário terá a garantia de que qualquer tipo de problema com o veículo não o trará prejuízos financeiros e materiais.

Veja também: 6 coisas para não esquecer na hora de comprar um carro usado

Por este motivo, antes de contratar uma seguradora é preciso entender quais são os tipos de seguro, as diferenças entre eles e qual te deixará mais tranquilo de acordo com suas necessidades, até porque contratamos o seguro torcendo para não ter que utilizá-lo.

Como escolher a melhor seguradora e o melhor tipo de seguro?

Não é muito difícil encontrar uma seguradora, inclusive algumas concessionárias e marcas oferecem o serviço com um ótimo custo-benefício, permitindo que o veículo seja segurado a partir do momento em que sair da concessionária.

Com relação aos tipos de seguro, é importante avaliar quais são suas necessidades, o modelo do seu veículo, ano e qual o seu perfil enquanto proprietário e condutor do veículo. Existem dois tipos mais conhecidos, são eles: Seguro Compreensivo e Seguro Simples. O Compreensivo abrange um leque maior de proteções, enquanto o simples tem proteção contra roubo e furto apenas.

Mas e quando a seguradora recusar o veículo? Veja quais são os principais motivos e o que você pode fazer a respeito

Geralmente ao fazer a cotação de um seguro o proprietário pretende contratá-lo. Entretanto, a seguradora pode recusá-lo por diversos motivos. Vale lembrar que as seguradoras não têm o mesmo critério para avaliar seus clientes e, por isso, é recomendado que você faça cotações em diferentes seguradoras.

A seguradora geralmente tem um prazo de quinze dias para aceitar ou não o seu seguro e ao recusar precisa detalhar os motivos. Em caso de recusa, é possível que a seguradora solicite mais documentos ao cliente para que possa analisar os riscos de ter você como segurado.

Os principais motivos que podem fazer a seguradora recusar seu veículo são:

1 – Condições do veículo:

Veículos reprovados pela vistoria geralmente não são aceitos, principalmente se forem sinistros ou recuperados. Faça uma consulta veicular antes de comprar o veículo para evitar este tipo de problema. Clique aqui para saber como.

2 – Informações divergentes:

Caso você entregue algum documento com dados inválidos ou divergentes daquilo que você informou na proposta, tanto sobre você quanto sobre o automóvel, certamente a seguradora recusará. É nesse momento em que a seguradora analisa o risco de fraude, por exemplo.

Veja mais: Documentos necessários na compra de um veículo usado

3 – Ano/modelo do veículo:

Seu veículo só poderá ser segurado se tiver até quinze anos, ou seja, se até 15 anos após a fabricação dele você não contratar um seguro, as chances de conseguir depois disso são quase mínimas. Mas, se você tem um veículo nessas condições e ele está segurado, não se preocupe, ele continuará porque a seguradora já tem um histórico com ele. Essa “regra” se dá pela dificuldade de encontrar peças originais para possíveis reparos em seu veículo, além de serem peças caras e veículos que geralmente tem muitos problemas mecânicos.

4 – Perfil do proprietário:

A seguradora avalia diversos riscos relacionados ao veículo e a quem o conduz. Por este motivo proprietários que tiveram habilitação suspensa ou processos por direção são recusados. Lembrando que a idade também é um fator importante, jovens de 18 a 24 anos podem ter o seguro recusado porque são considerados inexperientes.

5 – Veículos importados ou com valor muito alto:

O custo das peças desses veículos é muito alto. Além disso, em caso de roubo ou acidentes, o valor da indenização é altíssimo.

6 – Pessoas inadimplentes:

Se você tem alguma inadimplência em seu nome é importante regularizar antes de solicitar o seguro. Em resumo, a seguradora entende que se você não é um bom pagador, também não pagará o seguro, sendo um prejuízo para ela.

Previna-se! Saiba a possibilidade da seguradora recusar o veículo antes de efetivar a compra

Antes comprar um veículo usado, é possível fazer uma Consulta Veicular Simples da Olho no Carro e descobrir a aceitação de seguro do veiculo em questão. É preciso apenas digitar a placa do veiculo desejado e o relatório de aceitação sai na hora. Clique aqui para fazer.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar

Carrinho ({{getQtdItemsCart()}})

{{i.title}}

R$ {{(i.price * i.amount) | number : 2}}
- +

{{i.title}}

R$ {{(i.price * i.amount) | number : 2}}
- +

{{i.title}}

R$ {{(i.price * i.amount) | number : 2}}
- +
Total a pagar: R$ {{getTotal() | number : 2}} Ir para o pagamento